VM, primary boot ou dual boot.

Para a instalação de uma distribuição Linux vou optar por criar uma VM. O meu primeiro contacto com uma máquina virtual foi feito através do VMWare Player. Só mais tarde tive contacto com o Oracle Virtual Box. Na altura, o Player apenas permitia fazer correr uma máquina virtual, não havendo a opção de criar uma VM como acontece com a Virtual Box. Por isso, o software da Oracle passou a ser o escolhido para este tipo de experimentações.

As alternativas eram a de fazer uma clean install do Linux o que impediria a co-habitação do Windows no mesmo sistema e me iria trazer neste momento mais problemas, pois não sou eu o único a usar o desktop lá de casa.

Sim, poderia optar por um dual-boot, mas como a virtualização facilita, e lá está outra vez, a experimentação, resolvi-me por uma máquina virtual. Uma por agora pois tenho grandes planos para o futuro!

Para já venha daí o Lubuntu 16.04.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s